Pilulas de Modesta Música Moderna

Crei um Posterous (Pilulas de Modesta Música Moderna) para falar de forma mais rápida e objeitva sobre música.

Ele segue o mesmo conceito do Modesta Música Moderna, mas aqui no blog sempre me sinto ‘obrigado’ a escrever bastante e a passar um link para baixar um disco, o que acaba dificultando a atualização.

No Pilulas de Modesta Música Moderna a idéia e postar quase que diariamente coisas que estão me chamando a atenção na música moderna, sem nenhum obrigação de conteúdo a não ser registrar uma banda nova ou um pensamento.

Segue o link:

http://modestamusicamoderna.posterous.com/

Espero que aproveitem também por lá.

João Brasil.

Além do Nego Moçambique (post prévio) outro dj brasileiro que gosto e respeito bastante é o João Brasil.

O João além de ter uma irônia totalmente conectada com o momento do mundo que vivemos ele é muito talentoso. Seu trabalho, simplificadamente, é fazer mash-ups e remix com um tom e um conteúdo muito brasileiro.

Não tem nada mais dançante e alegre para um pista. Alías, hoje quem quiser ver ele tocando terá que ir para Londres onde ele está passando uma temporada.

Coloco aqui o primeiro e, até agora, único disco dele o ‘Big Forbidden Dance’ (referência clara ao movimento ‘criado’ por ele para a  Volta da Lambada – matéria no O Globo).

Link para baixar o ‘Big Forbidden Dance’.

Além disso existe muitos remix e faixas soltas do João Brasil na internet, basta procurar. Aliás, o João é daqueles artistas que se apropriou muito bem da internet como meio de disseminação e divulgação da sua música.

Três músicas que adoro do João Brasil e que não estão nesse disco:

Baile-funk (baile do parangolé) em homenagem à Caetano Veloso e todo o movimento tropicalista. A edição das imagens ficaram ótimas. Músicas utilizadas no mashup:

Tropicália – Caetano Veloso
Zanzibar – Edu Lobo
Nega do cabelo duro – Luiz Caldas
Swing da cor – Daniela Mercury
Por trás de brás pina – Guinga
Não se acabou – João Donato
Biotech is Godzilla – Ratos de Porão
Panis et circenses – Mutantes
Bocochê – Viniciu de Moraes e Baden Powell
Dançando Calypso – Calypso

Apesar de não ser fã da banda, remix foda de ‘Left Behind’ do CSS.

Remix de ‘Whachadoin’ da ótima dupla N.A.S.A, que aliás tá merecendo um post aqui.

Myspace e twitter do João Brasil para quem quiser saber mais.

+2.

Depois de tempos faço um post para mostrar o novo disco da minha banda brasileira favorita: o +2.

Depois de três discos trocando o band leader (‘Máquina de Escrever Música’ como Moreno +2, ‘Futurismo’ como Kassin +2 e ‘Sincerely Hot’ como Domênico +2) eles lançam agora o que parece ser o primeiro disco sem um líder.

O quarto disco chama-se ‘Imã’ (2009) e além simplesmente chamar a banda de +2 é o primeiro disco instrumental do trio.

Clique aqui para baixar o disco ‘Imã’.

Na Argentina tocando como Kassin +2 em 2007.

No Sesc em SP como Domênico +2.

Adriana Maciel.

Um post bem diferente.

Ela não é, necessariamente, inovadora ou tão moderna quanto os outros posts costumeiros desse blog. Mas hoje a me peguei ouvindo os clássicos da mpb e reescutei ela.

Essa brasiliense de 40 e poucos anos tem uma voz doce e um gosto muito refinado. Além do vies popular adquirido desde a infância por todos os grandes da mpb, ela tem formação erudita. Estudou flauta transversal e canto na Universidade de Brasília.

Além de ótima cantora ela também é compositora, mas o que vou postar aqui não será seu lado autoral, mas sim o lado da intérprete.

[Pocket Show em Porto Alegre cantando 'Até não mais' dos Kledir Ramil e gravada pelo antolôgico grupo gaúcho 'Os Almôndegas' em 1976 - imagem ruim, mas som bom]

Essa música está no disco ‘Poeira Leve’ gravado em 2004, um disco ótimo para quem gosta de samba das antigas com um toque contemporâneo. Todo o disco tem uma pegada samba meio minimalista, é muito gostoso de ouvir.

E é esse disco que coloco aqui para download. (só clicar).

O disco também tem ótimas versões de ‘Tô’ do Tom Zé do, talvez, melhor disco de samba da história o  ‘Estudando o Samba’ (76), ‘Acabou Chorare’ do segundo disco dos Novos Baianos (72), ‘Acontece’ de Cartola,  ‘A Televisão’ do Chico Buarque e ‘Mora na Filosofia’ do genial Monsueto.

É bem para quem gosta de música brasileira.

Bom proveito.

Beastie Boys.

Sempre fui muito fã dos Beastie Boys, mas admito que depois que ‘Hello Nasty’ (1998) quebrou minha cabeça em dois eu entrei em tantas outras buscas sonoras que deixei eles um pouco de lado.

Até que o Dani, minha segunda maior fonte de música depois da Desi, diz “Dudu, se já ouviu o instrumental do Beastie Boys? Dá pra entender todas as referências dos caras.”

Pronto, lá vou eu de novo entrar nesse universo foda (sempre no bom sentido). E é esse disco instrumental, o ‘Mix Up’ que eu coloco aqui para vocês baixarem.

Videos:

faixa ‘The Rat Cage':http://www.youtube.com/watch?v=zHw4AnSgeqM

faixa ‘Off the Grid':http://www.youtube.com/watch?v=L8uQXtpUxok

(não consegui colocar eles direto aqui, sorry)

Beastie Boys  - The Mix Up (Advance) 2007

Clique na capa ou aqui para baixar o disco.

Myspace da banda: myspace.com/beastieboys

Site: beastieboys.com/

Hanne Hukkelberg.

Tô bem parado com o blog, mas depois de conhecer o talento dessa norueguesa tive que reativar.

De forma breve como os últimos e, como sempre, promentendo atualizar mais.

O que tenho para dizer sobre a Hanne Hukkelber além de que ela tem 30 anos e eu só fui conhecer ela a bem pouco tempo??

Posso dizer que ela faz um som suave, elegante e delicioso de ouvir e que em momentos incríveis faz experiências que são agradáveis até para os não fãs de música (existe isso?).

Ah, ela toca todos(!) os instrumentos do disco e começou a cantar e tocar com 3 anos. : )

Clipe da música ‘Cheater´s Armoury’ que está no disco que coloquei para vocês baixarem.

Myspace da moça.

Disco para baixar – coloquei o Rykestrasse 68 de 2006 que ganhador de um Grammy na Noruega.

hanne

Anya Marina.

Vou tentar seguir com o blog com posts rápidos e dando link para torrents ou para links criado por outras pessoas e não mais me preocupando em dar upload nas músicas. Vamos ver se funciona.

Anya é uma californiana querida. Com uma voz doce que canta e compõe um folk com toques de pop bem interesse e gostoso de ouvir.

(essa é do disco antigo)

Clique aqui para baixar o novo disco ‘Slow & Steady Seduction: Phase II’.

http://www.youtube.com/watch?v=mxRg8vW8-oM

(lançamento do novo disco em NY)

O novo disco é ótimo, bom de ouvir e ainda vem com um cover de ‘Waters of March’ de gênio Tom.

Myspace da moça para maiores informações:

http://www.myspace.com/anyamarina